Educação Ambiental

Educação Ambiental

Por Fernando Rebouças

Aprender, desenvolver e compartilhar uma visão de vida e profissional que propicie o respeito ao meio ambiente, a todos os seres vivos, ao desenvolvimento humano e à integridade do planeta Terra, esses são os propósitos fundamentais da educação ambiental. Atualmente, a educação ambiental é percebida não somente como uma matéria isolada, mas uma área de conhecimento interdisciplinar que visa adequar os conhecimentos de outras áreas (humanas, exatas, biológicas, informática, etc.) e oferecer novos conhecimentos para diferentes campos do conhecimento e para aplicação em projetos em prol das causas ambientais, sociais e econômicas.

Para compreendermos melhor o significado da educação ambiental na atualidade, analisaremos outros conceitos a seguir.

Política Nacional de Educação Ambiental – Lei nº 9795/1999, Art 1º:

“Entendem-se por educação ambiental os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade.”

Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental, Art. 2°:

“A Educação Ambiental é uma dimensão da educação, é atividade intencional da prática social, que deve imprimir ao desenvolvimento individual um caráter social em sua relação com a natureza e com os outros seres humanos, visando potencializar essa atividade humana com a finalidade de torná-la plena de prática social e de ética ambiental.”

Devemos lembrar que a educação ambiental recebe destaque mais veemente a partir da Conferência de Tbilisi, realizada em 1977, na Geórgia, por meio do documento final do evento que atribui à educação maior dimensão em relação ao meio ambiente. O documento final da conferência reuniu 41 recomendações, incluindo um plano de ação mundial para a Educação Ambiental, considerando as interdependências econômicas, políticas e ecológicas para a atualidade.

O documento final a Conferência de Tbilisi define e Educação Ambiental como instrumento essencial para educar o indivíduo a partir de uma compreensão das questões e conflitos de ordem ambiental, biológica, química e física, incluindo o entendimento sobre as funcionalidades dos organismos vivos perante aos riscos ambientais.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*